AMOR DE MÃE

 

AMOR DE MÃE

Marcos Olavo

 

Não temos a mínima idéia como é o amor de mãe por nós

Pois ainda não vivemos a mesma sensação da compreensão

Somos apenas pequenos diante desses sentimentos profundos

Sendo como uma árvore derrubando os seus frutos.

 

Precisamos aprender com as mães agora

O mais real e natural amor de mãe para o filho

E temos de doar uma chance pra aprender

E prestar mais atenção para compreender.

 

Afinal eu também tenho uma mãe bonita

Não se faz de cansada pra ajudar os filhos

Pois acorda bem cedo e começa a trabalhar

Arrumando todas as coisas banais pra gente.

 

E no final da tarde chegamos e não agradecemos

E nem se quer abraçamos com o abraço de amor

A mãe que nos doa para ajudar sem cobrar

Pois a luz nasce sempre dela pessoal.

 

Perceba, tenho uma mãe assim também,

Ela é forte e corajosa pra enfrentar sem medo

Todas as tarefas difíceis de uma bagunça

Que deixamos passar com os olhos fechados.

 

Quero respeito, por favor, ela precisa ter merecimento…

É por isso que escrevo essas linhas aprovando tudo,

Eu apresento o caminho do meu amor de filho,

Para a minha mãe merecedora.

 

Eu ergo a cabeça em forma de agradecimento

E agradeço pelo alimento de mãe por filho

E pelas horas perdidas no cantar do quarto

Para me fazer dormir em seu abraço.

 

Eu faço de mim essas linhas verdadeiras

Para a minha mãe do meu viver

Para sempre se lembrar de mim

E como reconheço todo o seu trabalho.

 

Fortaleço essas linhas aos olhos cegos

De todos os filhos ingratos e injustos

Que possam se alimentar com essas palavras

E entrar nos corações vazios dessas maldades.

 

 

 

 

 

 

Leave a Reply

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas