ASSASSINA DAS FLORES

ASSASSINA DAS FLORES

Marcos Olavo

 

Você diz do amor,

Você vem falar que já amou,

Você vem deitar nas palavras sinceras,

Você vem contar a sua história.

 

Você se veste de lobo, invés de ser ovelha,

Fazendo de você uma matadora;

Sem pena, mata todas as ovelhas,

Criadas em uma fazenda enorme.

 

Você é assassina das flores também,

Por matar em minha plantação

Uma flor que esperava a esperança,

E foi assassinada pelas suas mãos.

 

Pobre que ver você com essa face de anjo,

Nem conhece as suas maldades feitas,

Pois deixa crescer uma assassina,

Matando todas as flores conhecidas.

 

 

Leave a Reply

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas