Poesias

FIM DE TARDE NA PRAIA DA BARRA

Sua pele de lua Cabelo noturno Olhando pro mar Parada na areia Entardece tudo Lentamente. Olha o horizonte Longe do mundo Será que procura Prefere esperar Aguarda o futuro Livremente. Meu lado esquerdo Um sutil devaneio Seu perfil linear Labirinto de amar Que me encontrei Perdidamente… »

MÉTRICA PERFEITA

Dá-me teu corpo Encontro poesia Lendo suas linhas E nas entrelinhas Encontro segredos Que sussurrando Te digo no ouvido O que só a retina Não puder captar E assim seja eu Todas as manhãs Um Privilegiado Lendo e relendo-te E ao escandir-te Eu me identifique Nessa sua rima Neste teu verso Um lindo universo A métrica prefeita O teu corpo nu. »

NOTURNO DO BECO

A bruma neve esvai no breu… E o meu, coração, estala! Vasta noite, é madrugada, Onde a inocência se perdeu. A bruna neve esvai no breu… E o meu, coração, estala! Silhuetas na noite enluarada São memórias do que se viveu. A bruma neve esvai no breu… E o meu, coração, estala! Eu faço versos cortantes Como quem forja a espada! A bruma neve esvai no breu… E o meu, coração, esta... »

Orgânico Ábaco

ORGÂNICO ÁBACO Somos feitos de ângulos Somos fórmula e resolução Somos ambulantes números. Jonnata Henrique 16/01/18 »

FONTE DO AMOR!

FONTE DO AMOR! Como uma fonte de água cristalina Como o sol que nos ilumina Assim como a noite com suas estrelas, Como uma lua que nos inspira. Assim e o amor que tenho por você. Sublime como o sorriso de uma criança, Meigo mais intenso como um abraço. Com o perfume que exala das flores em Plena primavera… Doce como mel da rainha abelha. Como um beijo que faz ver as estrelas cintilando, No c... »

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas