EU APOSTO NUM VINHO

EU APOSTO NUM VINHO

Marcos Olavo

 

Bato nos bares da vida,

A minha ferida preferida que me alimentasse,

Nos dias de areia nos olhos,

Que me cega na frente da vida.

 

Provo dores de traços

Certa fortuna

Na minha boca pura

Que nunca tinha tocado.

 

Leio terríveis mapas

Que me levam a um lugar secreto

Que vai mudar as caminhadas

E me levar o verde do nada.

 

Aposto num vinho,

Dizem que seduz mulher desejada,

É por isso que bebo a garrafa inteira,

Á espera de essa mulher dançar comigo.

 

 

Leave a Reply

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas