O meu ser poético

Meus dedos latejam

Minhas mãos transpiram

Minh’alma tem sede

Meu corpo suspira…

Quimérico em excesso

Harmoniosamente dispersos

Na terra e universo

Rimados os versos

Exagerado… confesso…

O meu ser poético.

http://adilsonconectado.blogspot.com/

Leave a Reply

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas