OS QUATRO

Somos como água

De um mar de conhecimento;

Somos como chuva,

Um campo minado de puro enredo;

Somos como folhas,

Seu farfalhar emanando lampejos;

Somos como fel,

Do medo ao cárcere em um só momento.

 

Todos em um  e um ao TODO;

Do deus ao homem;

Da mente a paz;

Da sanidade ao insano;

De mim a ti.

 

Eu busco ar,

Vejo terra e não sou nem água,

Mas vejo fogo em seu olhar

Que aquece meu padecer.

 

Eu que nunca te vi

E arrisquei-me em te ouvir

E do nada que captei

Minha noite enalteceu-se de luz!

Leave a Reply

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas