PEQUENA FOLHA

PEQUENA FOLHA

Marcos Olavo

 

Gosto de inventar desse jeito.

E te ouvir em cada queda das folhas.

Percebo o barulho da pequena folha

E vou até você pra abraçar a dor.

 

Como é frágil a vida

Vendo o vento beijar a folha fraca.

Sou louco pela visão única de você,

E pego pelas mãos sombras deixadas.

 

Gosto de olhar você em silêncio.

E estou contente pelo dia simples.

A noite brilha tanto assim.

Teu olhar delicado na violência.

 

Deixo você imaginar a violência do vento,

Vendo como é forte o amor.

Um temporal pode derrubar os sonhos.

Um dia furioso e alegre pode beijar o chão.

Leave a Reply

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas