REDONDILHA A DONA ÂNGELA

Na cor que há nos meus cabelos
Existe um pouco de ti.
Enxergo no meu sorriso
Aquela de quem nasci.
Olhos grandes e redondos
De herança tu me deixaste,
E mesmo que estejas morta
Para sempre em mim ficaste.
Ás vezes, eu me pergunto:
Por que tão cedo partiste?
Pensando sobre esse assunto
Ás vezes, fico tão triste!
Acho que vou me sentir
Eternamente sozinho
Visto que ainda hoje tenho
Saudade de teus carinhos.
Ninguém consegue suprir
A falta que uma mãe faz.
De me fazer te esquecer,
Nem o tempo foi capaz.
Contudo, sou consciente,
De que não te verei mais.
Então, eu faço um desejo:
Que tu descanses em paz.

Leave a Reply

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas