Sou assim mesmo…

Sou tranquilo porque já fui impaciente…
Sou calmo porque já fui furioso…
Sou alegre porque já fui triste…
Ando sorrindo porque já chorei demais…
Sou sério porque já fui assanhado…
Sou feio porque já fui bonito…
Sou velho porque já fui novo…
Sou usado porque aproveitaram-se de mim…
Não tenho nada porque joguei tudo fora…
Sou educado porque a vida me ensinou…
Sou valente porque existem covardes…
Sou inteligente porque existem os ignorantes…
Sou forte porque existem os fracos…
Sou poderoso por conta dos invejosos, fofoqueiros, maus julgadores e puxa-sacos…
Sou solteiro porque sou muito chato…
Sou sozinho porque a solidão não me deixa em paz…
Finalmente sou feliz porque eu me amo e me entendo.
Sérgio o Cancioneiro

Sou cantor, compositor e poeta rio grandense.

Leave a Reply

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas