Transcendência

Transcendência

 

Há o antro — palavreia comigo… Minha alma fraqueja ao ouvi-la

El arbol, vejo sua folhas estremecerem, a lua penetra seus raios por

Entre os galhos das arvores que estão lá fora, ouço canções em meio ao nada

E em um momento de idílio me deparo a valsear em meio a sala.

 

Logo me embrenho em meio as arvores lá fora  que,  como num frenesi balançam suas

Folhas de um lado para o outro como se também estivessem em seu momento de galanteio.

 

As aves noturnas a bocejar estão, e mi’ alma irmana com o antro, que palavreia comigo

Ainda sim min alma fraqueja ao ouvi-la   .

 

Marcos Nascimento

Leave a Reply

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas