VICTOR HUGO

Seu sorriso de criança
Que luziu o mundo inteiro
Jamais há de ser calado
Ilumina a eternidade
Tornando ímpar cada instante.
Por inveja de seu brilho,
A morte, com suas trevas
Tentou fazê-lo cessar.
Mas se esqueceu de que alguém
Capaz de fazer brilhar
Com o seu sorriso o mundo,
Não se vence facilmente

Pois para a sua surpresa,
Sempre haverá uma réstia
Dessa luz nos corações
Daqueles que o circundavam
Via a vida sob um prisma
Tão delicado, poético
Que jamais foi esquecido
Por aqueles que tiveram
A sorte de conhecê-lo.

A doença não venceu!
Você permanece vivo
Nos sorrisos das crianças
Em cada um dos meus poemas.
E renasce a cada dia
Cada vez tendo mais força
Fazendo-me acreditar
Que a verdadeira beleza
Jamais será destruída
Nem por toda a dor do mundo.

1 Comment

  1. Muito bom… Parabéns!

Leave a Reply

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas